“Eu era a única mulher, negra e estrangeira, com aquele desafio tremendo”

10 de Novembro, 2020, e

É assim que prestamos tributo a Eunice de Carvalho, recordando a sua última entrevista à FORBES, numa partilha genuína do seu ser e do querer fazer mais, pelas mulheres, por Angola, pelo mundo.